Vish Girl - Seja a inspiração de alguém #02

12:44


Olá pessoas!
Meu nome é Ana Carolina e tenho 25 anos.
Irei responder as duas primeiras perguntas com uma só resposta, creio que é melhor para vocês me entenderem.

  Porque decidiu assumir os cachos e como foi a sua transição?

Bem, eu nunca passei por processos químicos alisantes, minha mãe não apoiava que eu alisasse. Nasci com o cabelo liso, mas com o tempo ele mudou e na maior parte da minha infância ele era ondulado com muito volume, tipo Maria Betânia. Minha mãe e a maior parte da minha família tem cabelo liso, então, minha mãe nunca soube cuidar muito bem do meu cabelo (nem a julgo), era só shampoo e yamasterol amarelo. Rs.


 Na pré-adolescência eu comecei a cuidar do meu cabelo sozinha. Foi só aí que comecei a usar condicionador. Era aquela fase do cabelo entupido de creme e molhado, ou então com tudo isso e preso em uma piranha horrorosa!
Parecia uma velha!
Com o mundo de creme de pentear que eu usava tive uma crise de caspa horrível, meu couro cabeludo sangrava e doía muito pra lavar. Meu cabelo caiu muito por isso. Tive uma perda de volume capilar gigantesca!
Larguei o tanto de creme de pentear e descobri o secador. Cortei a famosa franjinha e vivia com o cabelo preso num rabo de cavalo e a franjinha eternamente escovada, se era festa, era o famoso cabelo molhado cacheado e a franja no secador.

¬¬

Mas, nessa fase eu comecei a perceber o tanto de cabelo que eu perdi já tinha grandes entradas no cabelo com 14 anos.
Continuei escovando.
Com 16 anos descobri a “maravilhosa” chapinha.
Passava quase todos os dias. Com o cabelo úmido, com o cabelo seco. Era como beber água. Toda vez que passava, ao terminar, olhava pro chão e via o tanto de cabelo quebrado ou caído da raiz aos meus pés. Mesmo assim, eu não conseguia sair (escola, supermercado, padaria, enfim pra qualquer lugar) se não fosse com a metade do cabelo alisado, só não alisava a parte próximo a nuca, onde não dava pra ver que era cacheado.


O hábito de escovar e chapinhar foi ficando tão agressivo para os meus fios e meu couro cabeludo que eu mesma escovava meu cabelo inteiro em 30 minutos. Em trinta minutos o cabelo estava todo liso, de tão pouco cabelo que eu tinha era esse o tempo ou menos.
Meu cabelo foi ficando cada vez mais escasso.
Eu via que as pessoas só olhavam pra minha crescente “entrada”, eram duas na parte frontal da cabeça (uma em cada lado) e como usava o cabelo no meio, também tinha uma falha bem grande por toda a divisão do cabelo. Usei vários tônicos caros, que prometiam a parada da queda, mas como eu não conseguia parar de escovar (ato esse que tensionava o bulbo, puxando todo santo dia o cabelo), ele continuava a cair.



Em 2013 cortei meu cabelo quase acima do ombro, ele estava na cintura. Cortei porque ele estava tão ressecado, tão danificado do secador e chapinha que não tinha hidratação poderosa que melhorasse ele.
Meu cabelo estava duro, sem forma, sem brilho, nada macio, horrível. Comecei a pesquisar tratamentos para melhorá-lo, nada servia. Procurei por opinião das minhas amigas de estágio, queria saber que elas conheciam algo que recuperasse o cabelo.
O conselho?

PROGRESSIVA, SELAGEM, 3D, BOTOX CAPILAR... Alisamento.
Era como se independente de tratado ou não, seu cabelo só terá salvação se estiver liso. Cabelo bonito é só o cabelo liso. Pra quê tratar? Se ele estiver liso é o que importa.
Não queria alisar, mas todos os dias esse era o diagnóstico.
Fui em diversos salões, procurei preços, cheguei ao ponto de marcar hora, mas no dia eu desistia. Até que quase no fim desse ano, em setembro, pensei em procurar algo no youtube, internet enfim.
Procurei por “tratamento capilar”, apareceram muiiitas coisas e para a minha surpresa, algumas pessoas com o cabelo cacheado muito bem cuidado e bonito – obrigada, de nada. Rs.
Minha primeira “inspiração” foi a Sarah Oliveira, acho que temos o cabelo muito parecido e inicialmente, colei nas dicas dela.
E assim fui.



Como nunca tinha alisado com química as pessoas não viam muita diferença no ínicio, como com quem faz BC e tal, mas eu sentia meu cabelo mais forte e brilhante com cada umectação. Abandonei o aspecto de ressecado e cabelo feio, para um super cacheado com vida! Comecei à amar meu cabelo e a me amar!
Passei por outra transição química (descolorante) e acho que só agora estou vendo meu cabelo natural cacheado mesmo.
E acho que foi isso, minha transição e o porquê que assumi meu cabelo, por saúde mesmo, caso não fizesse isso, estaria careca total.
Quanto às pessoas que criticam, recebi criticas sim, principalmente quando tinha alguma festa, e perguntavam se eu iria “arrumar meu cabelo” e etc, mas hoje não dou mais ouvidos se falam do comprimento do meu cabelo, cor ou forma, eu simplesmente ignoro, se é alguém próximo tento fazê-lo entender que eu não sou obrigada a seguir padrão de revista. E pronto.




   Qual o seu estilo?

Meu estilo... atualmente eu gosto de roupas fofas... candy colors, nudes (tons de nudes não as fotos nude, hein?! Kkk), gosto muito de saias midi, evasê ou estilo lápis mesmo.
Gosto muito de preto e cinza... mas curto um ponto de cor também!
Amo estampas, fofas, florais, de póas! Essas coisas! Estou na vibe das unhas stilleto. Então, resumindo, acho que sou uma fofa-moderna-esquisita! Kkkkkk


Nos fale um pouco sobre você, sobre os seus gostos..?

Bem... sou mãe de duas gatinhas, amo demais as bichinhas. A mais velha é a Cherie e a mais nova é a Branquinha.
Amo broas (acho que todo nordestino sabe o que é... pra quem não sabe é um lanchinho de maisena...), pipoca e docinhos, estou com a meta de aprender a cozinhar, mas até o momento só estou me especializando em sobremesas...
Há pouco tempo cortei num Chanel desconectado, meu cabelo e amei! Sempre tive cabelo longo e fiz essa mudança radical e acho que todo mundo deveria mudar drasticamente pelo menos uma vez na vida, faz muito bem, viu?
Adoro moda, feminices, maquiagem (é um vício) e há um tempo atrás tentei uma vida fit, mas já desisti! Hahahah
E pra ouvir, curto Los hermanos, Lady Gaga, Beyoncé, Skank... Rihanna, Engenheiros... (L).
Tenho um insta que posto coisasinhas legais, @carolcheriee e um canal no youtube, chamado de A.Puftsix2, eu sei é um nome aleatório (kkk). Costumo postar meu diário de tratamento com a acne e coisinhas capilares!


Gente, é isso!!
OBRIGADA VISH GIIIIRLS!!!


0 comentários